“Carne – Patriarcado e Capitalismo” em cartaz no Teatro Coletivo

A opressão sofrida por parte das mulheres, a desigualdade de oportunidades entre os sexos e os laços arcaicos de relação entre homens e mulheres são o mote do espetáculo teatral “Carne – Patriarcado e Capitalismo”, que a Kiwi Companhia de Teatro apresenta no Teatro Coletivo, até 28 de agosto.

A peça traz diversas referências a estas arbitrariedades que, historicamente, as mulheres sofrem no país.  Notícias de jornais, estatísticas de violência contra a mulher, textos da historiadora Michelle Perrot e da autora austríaca Elfriede Jelinek compõem o enredo.

No palco, Márcia Bechara e Fernanda Azevedo dão vazão às críticas e anseios feministas. A direção e roteiro fica por conta de Fernando Kinas. A trilha sonora é de Eduardo Contrera.

Onde: Teatro Coletivo (Rua da Consolação, 1623)

Tel. reservas (11) 76181690/7177-3810

Quanto: R$ 12 (estudantes pagam meia-entrada)

Quando: de 01/07 a 28/08. As exibições ocorrem de sexta, sábado (21h) e domingo (20h).

Mais informações

Fonte

Anúncios

Sobre nemge

O NEMGE é órgão da Pró-Reitoria de Pesquisa da Universidade de São Paulo. Visa aprofundar, através de pesquisa empírica e estudos teóricos, as articulações entre gênero, etnia e classe social, especialmente no Brasil e na América Latina.
Esse post foi publicado em Cultura, Feminismo, Teatro e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s