Quantidade de abortos cai 2,5% na Itália

ROMA, 5 AGO (ANSA) – A quantidade de abortos na Itália caiu 2,5% de 2009 para 2010, confirmando a tendência histórica de redução do índice desde 1982, quando houve o maior número de Interrupções Voluntárias de Gravidez (IVG) já registrada na história. 

A informação foi divulgada pelo Ministério da Saúde da Itália, que apresentou na tarde de ontem ao Parlamento italiano um relatório sobre a situação da lei 194 de 1978, que permite o aborto até os 90 dias em caso de risco de vida à mulher, à criança ou de estupro. 

O índice do ano passado foi 2,5% a menos que o de 2009, quando foram registrados 8,5 abortos para cada mil mulheres, e 52,3% menor que o de 1982, quando o índice de interrupção voluntária da gravidez foi de 17,2 para cada mil mulheres. 

O documento também apontou que “a taxa de abortividade na Itália está entre as mais baixas entre os países ocidentais. Particularmente baixo é relativo aos menores, aos abortos repetidos e aqueles depois de noventa dias de gravidez”. 

Entre as mulheres menores de 18 anos, a taxa de aborto passou de 4,8 para cada mil em 2008 para 4,4 em cada mil em 2009, sendo que os resultados mais elevados foram registrados na região do sul e do centro do país. 

O levantamento observou que a Itália é “um país com baixa natalidade, mas também baixos números de IVG — ainda que o aborto não seja utilizado como método contraceptivo –, além de um país com limitada difusão de contracepção química”. 

“Outros países (como França, Grã Bretanha, e Suécia) têm taxas de abortividade mais altas frente a uma [política] de contracepção química mais divulgada e de uma atenção maior para a educação à reprodução responsável”, acrescentou o Ministério de Saúde.

Fonte

Anúncios

Sobre nemge

O NEMGE é órgão da Pró-Reitoria de Pesquisa da Universidade de São Paulo. Visa aprofundar, através de pesquisa empírica e estudos teóricos, as articulações entre gênero, etnia e classe social, especialmente no Brasil e na América Latina.
Esse post foi publicado em Indicamos, Notícias, Saúde e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s